"" As Melhores Dicas Para Emagrecer, Você Encontra Aqui.: Maio 2017

sábado, 27 de maio de 2017

Saiba o Porque Você Ainda Não Emagreceu. Confira

Uma pesquisa do Ministério da Saúde, divulgada nesta segunda-feira (18), indicou que apenas 14,9% dos adultos são ativos no tempo livre, com maior proporção nos homens (18,6%) em relação às mulheres (11,7%). Aliado ao sedentarismo de grande parte dos brasileiros, quase metade da população adulta (48,1%) está acima do peso e 15% são obesos.

Para reverter essa situação, o Ministério da Saúde têm priorizado ações educativas para promoção da saúde e da atividade física. O exercício físico por si só estimula o crescimento muscular, mas não leva necessariamente à perda de peso. Por outro lado, a dieta sozinha ajuda a diminuir a camada adiposa do corpo, mas não enrijece os músculos. Por isso, malhação e controle alimentar juntos são imbatíveis para remodelar o corpo e fortalecer a saúde.



Para transformar seu prato em aliado do treino, basta acertar a mão na escolha dos nutrientes. Sabendo o que comer antes e depois de se exercitar, os resultados logo aparecerão. "Para começar, nenhuma atividade física deve ser praticada em jejum", orienta a responsável pela equipe nutricional do Minha Vida, Roberta Stella. Aprenda a emagrecer, clique aqui.

De acordo com ela, o combustível predominantemente necessário à atividade muscular é o açúcar, que, em forma de glicogênio muscular, permite a manutenção de trabalhos com carga, que exigem força. Quando os níveis de açúcar no sangue estão baixos, o organismo não consegue manter a mesma eficiência física.

Por isso, coma alimentos que contenham açúcar até uma hora antes de começar a malhar, como os carboidratos (pão, biscoito, fruta, leite, iogurte adoçado, batata, arroz, macarrão ou barra energética). Durante o treino, esses nutrientes fornecem energia e oxigênio, evitando a fadiga dos músculos.

Os carboidratos também precisam fazer parte da refeição que sucede a atividade física. "Eles repõem o que foi perdido durante o treino e garantem que você continue disposto no restante do dia", explica Roberta. Quem malha de noite, pode fazer uma refeição mais leve.



As proteínas precisam entrar em cena para garantir um corpo definido, pois são as responsáveis pela síntese da fibra muscular. Inclua carnes (de preferência magras), clara do ovo, leite e leguminosas nas refeições. Ingerida depois da ida à academia, a proteína ajuda na recuperação de músculos que podem ter sido lesados.

O que pode atrapalhar os resultados da malhação é a gordura. "Na medida certa, ela ajuda no transporte de substâncias como as vitaminas A, D, E e K. Mas, em excesso, prejudica a digestão e causa mal estar durante a prática de exercícios", alerta a nutricionista. O conselho é buscar alimentos com a menor quantidade de gordura possível. Evite massas com molhos muito gordurosos como branco, à bolonhesa e quatro queijos.

Quantidade
A quantidade que você vai comer de carboidratos, proteínas e gorduras vai depender do seu objetivo: perder peso, ganhar músculos ou, simplesmente, manter a forma e aumentar o pique.

Os carboidratos são responsáveis por 60% das calorias totais consumidas diariamente por uma pessoa que faz exercícios. Num cardápio de 2 mil calorias, por exemplo, isso dá cerca de 300 gramas de carboidratos.


Nesse mesmo modelo, os alimentos ricos em proteínas devem responder por 20% das calorias (ou 100 gramas). Por fim, as gorduras: elas nunca devem ultrapassar 30% do total de energia que você consome, ou seja, 66 gramas pesados na balança.

Se emagrecer é seu objetivo, nada de abusar na quantidade de nenhum nutriente. "Quem pratica atividades físicas irá comer mais naturalmente, o corpo vai exigir isso", afirma Roberta. Portanto, vá com calma na hora de montar o prato ou o tiro pode sair pela culatra.

Hidratação
A hidratação ao longo de todo o dia é outra participante indispensável na rotina de quem faz exercícios frequentemente. A necessidade de água do organismo aumenta com a atividade física e a elevação da temperatura, já que o corpo transpira mais e, portanto, requer um aporte maior de líquidos para repor as perdas e evitar a desidratação. É essencial não esperar ter sede para começar a tomar água porque, quando isso ocorre, já estamos levemente desidratados.

fonte: http://www.minhavida.com.br/alimentacao/materias/12209-dieta-e-exercicio-fisico-a-dupla-imbativel-para-perder-peso

Confira As Principais Dicas Para Emagrecer Caminhando

Caminhada e seus benefícios:
Pulmão mais forte:

Sabe quando você é obrigado a andar rápido ou correr e tem que sentar pra não ter um troço?

Então, se começar a praticar a caminhada, em pouco tempo essa sensação começa a desaparecer, principalmente se você aliar uma boa alimentação e outra atividade física, além de buscar o emagrecimento saudável.

Os pulmões para que não haja qualquer tipo de doença, precisam estar sempre com uma respiração mais forte e a caminhada deixa eles mais resistentes para encarar até um resfriado e sarar sem remédios. Conheça e saiba tudo sobre a formula para emagrecimento.



Circulação mais eficiente:

Pessoas que possuem problemas de circulação, principalmente quem tem algum problema cardíaco ou problemas com varizes, não podem fazer exercícios físicos de impacto como corrida ou pegar peso.

Por isso a caminhada além de ser boa pra manter o peso em dia, ainda consegue manter a circulação fluindo perfeitamente nos vasos e artérias. Sem dúvida um santo remédio!



Sem depressão:

A caminhada e seus benefícios não são só para seu corpo mas sua mente também, deixando você com uma sensação de maior bem estar e paz.

Se você tem problema com depressão, a caminhada emagrece e pode te trazer essa sensação de melhora e você começar a melhor, além disso você pode encontrar pessoas no caminho e bater um papo, dando assim fim a tristeza e solidão.



Benefícios da caminhada para idosos:

Pessoas idosas ou quem já passou dos 40, 50 anos, deve começar a se preocupar mais com as doenças da velhice e a osteoporose é uma delas.

A caminhada ajuda a deixar os ossos mais fortes e resistentes, evitando assim quedas e fraturas, além de deixar os ossos menos propensos a desgastes.

Você mais desperto e disposto!


Sabe aquela sensação de sono ao acordar de manhã que se estende por todo dia? A caminhada acaba com isso e te deixa mais desperto e disposto.

A sensação de sonolência pode ainda te pegar por uns dias logo que iniciar a atividade da caminhada, mas com o passar dos dias e meses, você perceberá que estará se sentindo melhor e com mais coragem para viver.

Caminhada e corrida:


Pessoas sedentárias que querem começar a correr, precisam primeiro fazer um bom check up no médico e ver se está tudo ok com a saúde, para aí sim começar a fazer um exercício físico.

No caso de quem quer começar a correr, primeiro terá que aprender a caminhar para o corpo começar a tomar gosto, acostumar e só aí sim começar a correr.

Faça tudo devagar e caminhe! Você verá que a caminhada pode ser relaxante e nem pensar em correr mais.

Caminhada emagrece?


Não precisa correr pra emagrecer! A caminhada tem um poder emagrecedor tal qual a corrida, mas lógico que você precisará andar mais se quiser emagrecer e as vezes apertar um pouquinho o passo pra isso, mas com certeza mantêm seu peso na medida.



FICA A DICA:
Se você esta fazendo uma dieta saiba que caminhar é sem duvida um otimo exercico Você pode queimar até 100kcal calorias caminhando apenas 1km e meio e para cada 3 kilometros que você andar, três vezes por semana, você está garantido para perder meio kg por mês.

Quantas calorias se queima caminhando?


Caminha queima em média 5 calorias por minuto ou 550 calorias em uma hora de caminhada leva ou seja passos não muito devagar mais sem correr.

Viu que dicas legais para você começar a caminhar por aí? Nunca é tarde pra cuidar da saúde, portanto comece a caminhar já!



Caminhando para Perder Peso

Caminhar é um esporte eficaz para perder peso. Os médicos e corpo de enfermagem recomendam geralmente para caminhar pelo menos 30 minutos todos os dias para manter a forma.

Andando regularmente mantemos a forma e você também pode perder peso.

Neste artigo vou descrever as vantagens e desvantagens de caminhadas; então eu gostaria de explicar como caminhar para perder peso de forma eficaz, métodos de progressão.




Prós e contras de uma Caminhada Curta

Andar a pé não é um esporte muito extenuante. Podemos até praticá-lo como atividade repousante. É muito agradável de fazer, sentindo o ar fresco e se movendo após um dia agitado.

Nós podemos fazer durante todo o dia. Por exemplo, você pode optar por parar antes, descer do transporte, e iniciar uma caminhada de 5 minutos para chegar ao seu destino.

Pode-se também tomar o elevador para um piso inferior ao seu destino e subir a o piso superior pelas escadas.

Depois de alguns excessos no almoço, uma pequena caminhada de 10 ou 15 minutos vai ajudar na digestão.

Fazemos circular o ar e o sangue no corpo, ajudando também a clarear a cabeça antes de retomar o trabalho.

Exercícios convencionalmente em pé colaboram, podendo ser feitos de 30 minutos a 01h30 min, várias vezes por semana.

Para uma pessoa com pouco treinamento, a caminhada é ideal, causando pouco trauma para as articulações – especialmente aos joelhos.

Se você não tiver feito qualquer esporte por um longo tempo, comece com a caminhada é uma boa ideia.

Isso irá ajudá-lo a retornar aos esportes sem forçar, você pode mover-se rapidamente para um esporte mais intensivo dentro de semanas ou meses.

Andar a pé é eficaz, mas não espere milagres. Andar não queima muitas calorias, o corpo se move mais lentamente do que durante um jogo ou correr.

O esforço é menor na caminhada. Este é um habito ideal para uma pessoa obesa, muito acima do peso, ou que acaba de retornar em algum esporte.

Ela exige um alto investimento de tempo e ajuda a reintroduzir esportes sem problemas. Podemos então escolher uma alternativa mais intensa à medida que a movimentação aumenta para continuar a progredir em nosso tempo livre.



Caminhando para Perda de Peso

Seu primeiro objetivo a caminhada, você deve andar o maior tempo possível. Andando em um ritmo bom (5 km / h) queima cerca de 200 a 250 calorias por hora.

Ainda é pouco e é por isso que você tem que caminhar por um longo tempo.

Andar o mais rápido possível. Comece com 3 sessões de 30 minutos de caminhada, em seguida, rapidamente aumente a duração das sessões para uma hora de treino, 3 vezes por semana. Este é o mínimo.

Progredindo regularmente, aumentando o número de minutos de treinamento em todas as sessões e também o número de sessões por semana.

O importante é não andar mais rápido, mas ser consistente: o que importa é o número de horas caminhadas na semana. Marche!

Coloque metas, 5 sessões de caminhada de 1h15 cada. Esta é uma boa base que lhe permite perder bastantes calorias, chamada perda de peso gatilho.

Se você não tem tempo para andar por 1h15 a cada dia, o trajeto não importa: basta distribuir esse tempo em sessões menores, por exemplo, uma sessão de 45 minutos e duas sessões de 15 minutos.

Seja rigoroso e disciplinado. Mantenha um diário de seus exercícios, duração e intensidade.

E tente ser tão regular quanto possível. Andar três horas na primeira semana, e caminhar 30 minutos da segunda semana.

Em vez disso, fazer uma caminhada de 2 horas na primeira semana e 2h30 na semana seguinte.

Se você andar muito no caminho para o trabalho, não use isso como uma desculpa para diminuir a duração de suas sessões de treinamento: para perder peso você precisa aumentar o número de minutos caminhados todos os dias.

Considere a caminhada como uma atividade adicional à sua rotina diária.



Avançando
Um acessório essencial para medir o progresso durante as suas sessões de caminhada é o pedômetro. Existem modelos dentro de R$ 25 reais, mas são de má qualidade.

Eu sugiro que você escolha um modelo de cerca de R$ 100 reais, que será robusto e vai durar muitos anos, além de ser muito preciso. Como este:

Há modelos muito mais caros (modelos high-end que podem subir para mais de uma centena de reais), que se destinam a caminhantes, para aqueles que praticam há muitos anos.

Se você escolher um modelo high-end. Eu recomendo o Fitbit, que acompanha o seu progresso on-line, monitorando seu sono, e um monte de outras coisas:

Uma vez que você atingir esse objetivo 1h15, com 5 sessões de caminhada semanais, ocorrerão vários benefícios para você.

Andar leva tempo: ele queima algumas calorias e deve ser praticado em sessões de treinamento longas e lentas.

A maneira mais fácil de aumentar a dificuldade é a mudança de esportes. Vá de andar a correr, e queime algumas calorias a mais (de 300 a 400 calorias por hora).

Você pode, neste caso, reduzir seus treinos para 4 sessões de 1 hora cada semana.

Se você não se importar em caminhar todos os dias por longas horas, em seguida, simplesmente aumente o comprimento de suas sessões de caminhada.

Você pode caminhar até 6 dias por semana, durante 2 ou 3 horas (para os mais motivados do que você).

Finalmente, você também pode tentar um passeio vivo. Durante seus treinos, alternando 5 minutos de caminhada normal e 5 minutos de caminhada rápida.

Você vai aumentar a intensidade do esforço e você vai gastar mais calorias.


Aprenda a Perder Peso com os Esportes
Se você gostou deste artigo, então o livro Perca peso com o esporte é para você: ele explica como praticar e perder peso sem se esgotar:

Qual esporte escolher?

Programas de treinamento a se seguir? Como fazer esportes sem esgotar a sua motivação?

Como escolher uma meta desportiva?

Você pode encontrar respostas para estas perguntas e muitas outras. Este livro de 60 páginas está disponível para todos os bolsos, e você também vai receber atualizações do livro de graça!

fonte:http://dieta.blog.br/caminhada-e-seus-beneficios-como-perder-peso-caminhando

As Principais Formas Para Você Emagrecer

Há um monte de conselhos ruins sobre de perda de peso na internet.

A maior parte deles ou não é comprovada, ou é literalmente comprovada que não funciona.

Aqui estão as 12 maiores mentiras, mitos e equívocos sobre a perda de peso. confira como emagrecer urgente agora.

1. Todas as “calorias” são iguais

O teor calórico é uma medida de energia. Todas as “calorias” têm o mesmo conteúdo de energia.

No entanto, isso não significa que todas as fontes de calorias têm os mesmos efeitos sobre o seu peso.

Diferentes alimentos passam por diferentes vias metabólicas e podem ter efeitos muito diferentes sobre a fome e os hormônios que regulam o peso corporal.

Por exemplo, caloria proveniente de proteína não é o mesmo que caloria  proveniente de gordura ou  de um carboidrato.



Substituir carboidratos e gorduras por proteína pode aumentar o metabolismo, reduzir o apetite e os desejos, além de otimizar a função de alguns hormônios reguladores do peso (1, 2, 3).

Além disso, as calorias de alimentos integrais (como frutas) tendem a ser muito mais saciantes de que calorias de alimentos refinados (como doces).

Em Resumo: Nem todas as fontes de calorias têm os mesmos efeitos sobre a saúde e peso. Por exemplo, a proteína pode aumentar o metabolismo, reduzir o apetite e melhorar a função de hormônios que regulam o peso.

2. Peso Perder é um processo linear

Perder peso geralmente não é um processo linear, como algumas pessoas pensam.

EM alguns dias e semanas você pode perder, enquanto em  outros você pode até ganhar um pouco.

Este não é um motivo de preocupação. É normal  o peso do corpo flutuar para cima e para baixo alguns quilos.

Por exemplo, você pode estar carregando mais comida em seu sistema digestivo ou seu corpo pode estar retendo mais água do que o habitual.

Isto é ainda mais pronunciado em mulheres, onde o peso da água retida pode variar um pouco durante o ciclo menstrual (4).

Desde que  a tendência seja cair, não importa o quanto ele flutua, você ainda vai ter sucesso a longo prazo.

Em Resumo: Perder peso pode levar um longo tempo. O processo geralmente não é completamente linear, pois o peso tende a flutuar para cima e para baixo por alguns quilos.

3. Suplementos podem ajudar a perder peso

A indústria de suplementos para perda de peso é enorme.

Há todos os tipos diferentes de suplementos, que afirmam ter efeitos dramáticos, mas eles nunca são muito eficazes quando estudados.

A principal razão de um suplemento funcionar para algumas pessoas é o efeito placebo. As pessoas acreditam na propaganda e querem que os suplementos os ajudem a perder peso, de modo que eles se tornam mais conscientes do que comem.

Dito isto, existem alguns suplementos que podem ter um efeito modesto sobre a perda de peso. Os melhores podem ajudar você a perder alguns quilos ao longo de vários meses.

Este artigo analisa 12 dos mais populares suplementos do mundo para perda de peso.

Em Resumo: A maioria dos suplementos para perda de peso são completamente inúteis. Os melhores podem ajudar você a perder alguns quilos, no máximo.

4. A obesidade é sobre vontade, não biologia

É completamente falso que o ganho / a perda de peso é sobre a força de vontade, ou sobre fazer uma “escolha” para fazer isto ou aquilo.

A obesidade é um distúrbio muito complexo com dezenas, se não centenas de fatores contribuintes.

Existem numerosas variantes genéticas que estão associadas com a obesidade, e diversas condições médicas (hipotiroidismo, SOP, depressão) que podem aumentar o risco de ganho de peso (5).

O corpo também tem vários hormônios e vias biológicas que supostamente devem regular o peso corporal. Estes tendem a estar disfuncionais em pessoas com obesidade, o que torna muito mais difícil perder peso e mantê-lo (6).

Por exemplo, ser resistente à hormônio leptina é uma das principais causas de obesidade (7).

O sinal da leptina é deve dizer a seu cérebro que tem bastante gordura armazenada. Quando a leptina não está conseguindo emitir o seu sinal, o cérebro pensa que você está morrendo de fome.

Tentar exercer a “força de vontade” e conscientemente comer menos mesmo em face do sinal de fome  gerado pela leptina é extremamente difícil, se não impossível para muitas pessoas.

Há até mesmo crianças que estão se tornando obesas nos dias de hoje (8). Como é que alguém pode culpa isso com responsabilidade pessoal ou falta de força de vontade? É muito claro que há fatores biológicos em jogo.

Comer é impulsionado pelo comportamento e comportamento é impulsionado pela fisiologia e bioquímica. Isso é um fato inegável.

Claro, isso não significa que as pessoas devem simplesmente desistir e aceitar o seu destino genético. Perder peso ainda é possível, é apenas muito, muito mais difícil para algumas pessoas.

Em Resumo: A obesidade é uma doença muito complexa. Existem muitos fatores genéticos, ambientais e biológicas que podem ter um efeito significativo no peso corporal. Não é apenas sobre força de vontade.

5. “Coma Menos, Se Mexa Mais” é um bom conselho

A gordura corporal é simplesmente energia (caloria) armazenada.



Para perder gordura, mais calorias precisam sair da suas células de gordura do que entrar.

Em outras palavras, se as calorias que saem, superam as calorias que entram, a perda de gordura ocorre. Isso é um fato.

Por esta razão, parece lógico que “comer menos e se mexer mais” causaria a perda de peso. Isso funciona em ambos os lados da equação de calorias.

No entanto, este é um conselho realmente terrível para aqueles com um problema grave de peso. A maioria das pessoas que seguem este conselho acaba ganhando-o de volta, e há razões fisiológicas e bioquímicas para isso (6).

Uma mudança importante em perspectiva e em comportamento é necessário para perder peso com dieta e exercício. Dizer às pessoas para comer menos e mexer-se mais não é suficiente.

Dizer a alguém com obesidade para apenas “comer menos, mexer-se mais” é como dizer a alguém com depressão para se animar, ou alguém com o alcoolismo para apenas beber menos.

É ridículo e ineficaz, ponto.

Em Resumo: Dizer às pessoas com problemas de peso para apenas “comer menos, mover-se mais” é um conselho ineficaz. Raramente funciona a longo prazo.

6. Carboidratos engordam

Dietas de baixo carboidrato podem ajudar na perda de peso. Isso é um fato científico (9, 10).

Em muitos casos, isso acontece mesmo sem restrição calórica consciente. Desde que  os carboidratos sejam mantidos baixos e a ingestão de proteínas  alta, as pessoas perdem peso (11, 12).

No entanto, isso não significa que carboidratos por si só causem ganho de peso. A epidemia de obesidade começou por volta de 1980, mas os seres humanos comem carboidratos há um tempo maior.

A verdade é que, carboidratos refinados (como grãos refinados e açúcar) estão definitivamente ligada ao ganho de peso, mas alimentos integrais que ricos em carboidratos são muito saudáveis.

Em Resumo: Dietas de baixo carboidrato são muito eficazes para a perda de peso. No entanto, os carboidratos não são o que causam a obesidade em primeiro lugar. Alimentos integrais à base de carboidratos são saudáveis.

7. Gordura Faz Você Gordo

A gordura corporal é gordura armazenada.

Então, comer mais gordura deve nos fazer armazenar mais desta. Parece lógico.

No entanto, verifica-se que as coisas não são tão simples. Não há nada especialmente engordativo sobre a gordura, exceto que ele é frequentemente encontrado em alimentos–lixo (junk food) altamente calóricos.

Enquanto as calorias estão dentro de um limite, a gordura não faz você engordar. Além disso, as dietas com alto teor de gordura (mas pobre em carboidratos) mostraram provocar perda de peso em numerosos estudos (13).

Tal como acontece com tantas coisas na nutrição, isso depende inteiramente do contexto.

Comer uma grande quantidade de gordura , numa dieta a base de junk food com uma grande  quantidade de carboidratos, de alto teor calórico, vai certamente fazer você engordar . Mas não é só por causa da gordura.

Em Resumo: A gordura tem sido frequentemente culpada pela epidemia de obesidade, mas não há nada inerentemente engordativo na gordura na dieta. Ele depende inteiramente do contexto.

8. Tomar café da manhã é necessário para perder peso

Estudos mostram que aqueles que pulam o café da manhã tendem a pesar mais do que aqueles que fazem essa refeição (13).

No entanto, isto se dá provavelmente porque as pessoas que tomam café da manhã são, em média, mais propensos a ter outros hábitos de vida saudáveis.

E foi recentemente testado em um estudo controlado, o maior de seu tipo. Este foi um estudo de 309 homens e mulheres que compararam recomendações, de comer ou pular o café da manhã (14).

Eles não encontraram nenhuma diferença depois de um período de estudo de 4 meses. Não importava se as pessoas comiam ou não o desjejum, não teve nenhum efeito sobre o peso.

É também um mito de que o café da manhã aumenta o metabolismo, ou que comer várias pequenas refeições, faz você queimar mais calorias durante o dia (15).

Comer quando você está com fome, parar quando você está cheio. Coma o café da manhã, se você quiser, mas não espere que ele tem um efeito importante sobre o seu peso.

Em Resumo: É verdade que  aqueles que pulam café da manhã tendem a pesar mais do que não o faz, mas estudos controlados mostram que para perda de peso não importa se você comer ou pula o café da manhã.

9. Fast Food  sempre Engorda

Nem todas as fast foods são ruins.

Devido ao aumento da consciência de saúde no mundo, muitas cadeias de fast food começaram a oferecer opções mais saudáveis.

Existem até mesmo cadeias inteiras, que se tornaram populares que se concentram exclusivamente em servir alimentos saudáveis ​​(como Chipotle, nos Estados Unidos).

É possível obter algo relativamente saudável na maioria dos restaurantes. Por exemplo, um bife ou um hambúrguer sem o pão, com uma batata cozida.

Mesmo as lanchonetes de fast food mais baratas muitas vezes tem algo mais saudável (ou pelo menos não nocivo) do que os suas principais ofertas, como uma salada de frango.

Estes alimentos podem não satisfazer as exigências dos comedores orgânicos rígidos, mas estas opções ainda são uma escolha decente se você não tem tempo ou energia para cozinhar uma refeição saudável.

Em resumo: A maioria das cadeias de fast food oferecem algumas alternativas mais saudáveis ​​do que  suas principais ofertas.

10. Dietas de perda de peso realmente funcionam

A indústria de perda de peso quer que você acredite que “dietas” funcionam.

No entanto, os estudos mostram que as dietas quase nunca funcionam a longo prazo. 85% das pessoas acabam ganhando o peso de volta dentro de um ano (16).

Além disso, estudos mostram que as pessoas que seguem uma dieta são realmente os mais propensos a ganhar peso no futuro.

Na realidade, fazer dieta é um preditor consistente de ganho de peso  futuro – não de perda (17).

A verdade é que você provavelmente não deveria abordar perda de peso com uma mentalidade de dieta. Em vez disso, tornar o objetivo mudar o estilo de vida e se tornar uma pessoa saudável, mais feliz e mais em forma.

Se você conseguir aumentar seus níveis de atividade, comer de forma mais saudável e dormir melhor, você vai perder peso como um efeito colateral natural. Seguir uma dieta de fome, provavelmente não vai funcionar no longo prazo.

Em Resumo: Apesar do que a indústria de perda de peso quer nos fazer crer, dieta geralmente não funciona a longo prazo. A maioria das pessoas ganha o peso de volta.

11. Obesos não são saudáveis, pessoas magras são .

É verdade que a obesidade é associada com um risco aumentado de várias doenças crónicas.

Isso inclui o diabetes tipo 2, doença cardíaca, aumento do risco de alguns tipos de câncer, e outros (18, 19, 20).

No entanto, ainda existem muitas pessoas obesas, que são metabolicamente saudáveis, e muitas pessoas magras que têm essas mesmas doenças crônicas (21).

Parece que o que importa é onde a gordura se acumula. Se você tem uma grande quantidade de gordura na área abdominal, ao redor dos órgãos, então este tipo de gordura está muito mais fortemente associada com doença metabólica (22).

A gordura que se acumula sob a pele, a gordura subcutânea, é mais um problema estético.

Em Resumo: A obesidade está ligada a várias doenças crônicas, como a diabetes tipo 2. No entanto, muitas pessoas com obesidade são metabolicamente saudáveis, e muitas pessoas magras não são.

12. Alimentos Diet podem ajudar a perder peso

Um monte de junk food é comercializado como saudável.

Exemplos incluem alimentos com baixo teor de gordura, alimentos sem de gordura, alimentos processados sem glúten ​​e bebidas  disfarçadas, ricas em açúcar como Gatorade.

Você realmente não pode confiar nesses alimentos. Os rótulos e as alegações de saúde são geralmente colocados lá para enganar, não informar.

Algumas marcas de junk food são realmente imorais. Elas vão mentir para  levá-lo a comprar produtos alimentícios super-prejudiciais, que engordam para você e seus filhos.

Uma boa regra de ouro: Se a embalagem de um alimento lhe diz que é saudável, então provavelmente é ruim para você.

fonte: http://metodo4mind.com/os-12-maiores-mitos-sobre-perda-de-peso/

Entenda Porque o Emagrecimento Não é Um Processo Tão Complcado.

É comum as pessoas se queixarem de que, mesmo ao seguir uma alimentação adequada e praticar exercícios físicos, não veem resultados na balança. Mas, o fato de não ter perdido peso não significa que não tenha emagrecido. Primeiramente, é preciso entender que o peso do nosso corpo corresponde à massa de diferentes tecidos: músculos, gordura, ossos, água etc. Portanto, quando falamos em perder peso, estamos nos referindo a diminuição de qualquer um desses componentes. Já o termo ‘emagrecer’ diz respeito à perda de gordura, que é o que nós queremos já que ela está associada a diversos malefícios para a saúde.



Os músculos são tecidos metabolicamente ativos, ou seja, eles demandam energia a todo o momento, até mesmo quando estamos dormindo. São eles que mais gastam calorias no nosso corpo, afinal não é à toa que são considerados nossos "queimadores de gordura". Sendo assim, não queremos perder massa muscular, mas sim ganhar ou manter. Pois quanto mais músculos temos, maior a facilidade de perder gordura.

Vale destacar que o tecido muscular é mais denso e compacto do que a gordura, sendo assim, 1 Kg de gordura ocupa mais espaço no nosso corpo do que a mesma quantidade de músculo. Por isso, mesmo mantendo o peso, o formato do nosso corpo se modifica e, consequentemente, nossas medidas corporais diminuem (circunferência da cintura e do braço, por exemplo.).

Agora que você já conhece a diferença entre emagrecer e perder peso, não coloque suas expectativas somente na balança. Não foque seu sucesso somente com base no seu ganho ou perda de peso, mas na sua composição corporal.

fonte: http://www.vix.com/pt/bdm/corpo/perder-peso-e-diferente-de-emagrecer-entenda-a-razao-e-mude-seus-conceitos

Você Sabe o Porque Não Consegue Emagrecer? Confira

Se você está querendo emagrecer com saúde e atingir o seu peso ideal já deve estar cansado de ver dietas malucas, aparelhos ultra-modernos que prometem emagrecer, pílulas e suplementos milagrosos, cremes, e por aí vai…

A verdade é que nenhuma dessas “soluções” milagrosas funcionam. São propagandas enganosas afim de ganhar dinheiro em cima de você.

Além de existir muitos mitos e achismos divulgados por grandes portais, revistas e mídia em geral.

Eu também já fui enganado por muitas dessas mentiras contadas infinitamente por aí, mas hoje só acredito no que é realmente testado e comprovado.

Dietas extremamente rigorosas, com muitas restrições alimentares irão fazer você perder peso rápido porém acabam com sua saúde por não lhe fornecer todos os nutrientes que seu corpo necessita.

Essas dietas ainda têm somente efeito temporário, depois de pouco tempo você voltará ao peso de antes ou ainda mais acima do peso.

Queimar gordura corporal é, de certa maneira, fácil e rápido, desde que você tenha as informações corretas, disciplina, foco e dedicação. Aprenda tudo isso no método de Edson Burger.








Como Perder Peso com Saúde


A forma mais rápida, saudável e duradoura para se perder peso está ligada a sua alimentação.

Exercícios físicos vão te ajudar a queimar gordura e deixar você com um corpo mais definido e bonito, mas a maior parte dos resultados são adquiridos através de uma alimentação balanceada e nutritiva.

Mas não precisa achar que por causa disso tem que seguir dietas chatas e sem graça, que vão fazer você desistir logo no começo.

Para emagrecer de forma saudável e natural é preciso que você saiba como nosso corpo acumula e queima gordura.

Vou mostrar aqui abaixo um vídeo onde você pode aprender isso e saber mais sobre emagrecimento saudável.



O vídeo é do Rodrigo Polesso, fundador do maior blog sobre emagrecimento e criador do maior best-seller sobre emagrecimento do Brasil, o ebook (livro digital) Emagrecer de Vez.

Este livro foi criado pelo Rodrigo para quem deseja emagrecer de uma vez por todas e manter o peso ideal, sem ter que fazer dietas malucas ou se matar com exercícios.

Nesta apresentação, você vai aprender muitas dicas gratuitas para emagrecer, e no final você pode ver como adquirir o ebook Emagrecer de Vez, clique na imagem para ver o video no site oficial:


fonte: https://rotasaudavel.com/como-emagrecer-com-saude/